sexta-feira, 27 de julho de 2012

 Os professores de EVT do Viso - um adeus à Disciplina...mas alegres pela missão cumprida!








  
                                                                                               Até sempre!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

reMOÇAMBICANDO



Texto de Apresentação da Exposição - António Gil



O Centro Cultural Português / Instituto Camões - pólo da Beira, numa parceria com a Casa do Artista, tem a honra de apresentar a exposição de fotografia "Moçambicando", de Eduardo Ferrão.

Eduardo Ferrão é um fotógrafo português que viveu em Moçambique uma boa parte da sua vida, por isso, apesar de já estar em Portugal há vários anos, mantém uma relação muito especial com Moçambique, nomeadamente com a Cidade da Beira.

Em 2008, teve a oportunidade de voltar a Moçambique pela primeira vez desde a Independência. Deste primeiro reencontro com o país  e as suas gentes, nasceu esta exposição de fotografia, intitulada "Moçambicando".

No próximo dia 28 de Junho (5ª feira), pelas 18h30, dar-se-á a inauguração da exposição, na Galeria do Centro Cultural Português / Instituto Camões - pólo da Beira.

Na impossibilidade de ter connosco o fotógrafo, que regressou a Viseu (Portugal) há cerca de um mês, a palestra inaugural da exposição ficará a cargo de Silva Dunduro, artista plástico beirense, membro fundador da Casa do Artista (nossa parceira em mais esta iniciativa).

Em anexo, enviamos o convite para este evento, bem como uma breve apresentação da exposição, nas palavras do escritor português António Gil.

A exposição estará patente na nossa Galeria de 29 de Junho a 18 de Julho, no seu horário normal de funcionamento: de 2ªf à 6ªf, das 9h às 12h e das14h às 17h.


Contamos com a vossa presença!



domingo, 17 de junho de 2012


Este trabalho foi  planeado e realizado por todos os pares pedagógicos de EVT e respectivos alunos, na sequência da unidade de trabalho "COLORIR A ESCOLA". Antecedeu este trabalho final a abordagem de conteúdos relacionados com a COR, nas suas várias vertentes: 

- Teoria da cor ( fenómeno do Arco-Íris/ experiência de Newton de decomposição da Luz Branca); 
- Constituição do espectro visível da Luz; velocidade da luz; a Cor nos objectos (absorção e reflexão de cores do espectro visível da Luz); 
- Cor- Pigmento: cores primárias, secundárias e terciárias ; 
- Experiências com pigmentos; 
- Pintura do círculo cromático; 
- Cor- Sensação: cores "quentes" e cores "frias". 


Trabalho realizado por professores de EVT e alunos do 2º ciclo.  



h

quinta-feira, 8 de março de 2012

WORKSHOP "TYE-DYE" - TINGIMENTO DE TECIDO

No passado dia 29 de fevereiro realizou-se um workshop sobre tingimento de tecido.



Registou-se grande adesão à iniciativa e os resultados são surpreendentes !!





Mais Fotos


domingo, 12 de fevereiro de 2012

ANJOS - O PROCESSO CRIATIVO

Anjos criados pelos alunos - reutilização de materiais





Postais Baseados nos projectos bidimensionais criados pelos alunos






domingo, 8 de janeiro de 2012

Unidade de trabalho de Natal : O ANJO

Desenvolvimento da unidade de trabalho de Natal : O ANJO.
Imagens dos trabalhos realizados pelos alunos nas aulas de EVT.


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Breve História da Figura do Anjo (pesquisa realizada na Wikipédia)


Anjo (do latim angelus e do grego ággelos (γγελος), mensageiro), segundo a tradição judaico-cristã, a mais divulgada no ocidente, conforme relatos bíblicos, são criaturas espirituais, conservos de Deus como os homens (Apocalipse 19:10), que servem como ajudantes ou mensageiros de Deus.





Na iconografia comum, os anjos geralmente têm asas de pássaro e uma auréola. São donos de uma beleza delicada e de um forte brilho, e por vezes são representados como uma criança, por terem inocência e virtude.
Os relatos bíblicos e a hagiografia cristã contam que os anjos muitas vezes foram autores de fenômenos miraculosos, e a crença corrente nesta tradição é que uma de suas missões é ajudar a humanidade em seu processo de aproximação a Deus.
Os anjos são ainda figuras importantes em muitas outras tradições religiosas do passado e do presente, e o nome de "anjo" é dado amiúde indistintamente a todas as classes de seres celestes. Os muçulmanos, zoroastrianos,  hindus e budistas, todos aceitam como fato sua existência, dando-lhes variados nomes (...)  Para os muçulmanos alguns anjos são bons, outros maus, e outras classes possuem traços ambíguos. 


No Hinduísmo e no Budismo são descritos como seres Auto luminosos, donos de vários poderes, sendo que alguns são dotados de corpos densos e capazes de comer e beber. (...)  O Budismo e o Hinduísmo descrevem os anjos, ou devas, como os chamam, de maneira semelhante às outras religiões ocidentais. Seu nome deriva da raiz sânscrita div, que significa "brilhar", e seu nome significa, então, os "seres brilhantes" ou "Auto luminosos".







domingo, 4 de dezembro de 2011